Tamanho do texto

SÃO PAULO - O presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, manifestaram nesta sexta-feira apoio à Grécia. Os dois, que se reuniram em Paris, disseram estar de acordo com o fato de dar respaldo à Grécia uma vez que é um país do euro. "É um dever dar apoio à Grécia", sustentou Berlusconi, notando que se deve evitar consequências negativas para a moeda comum e para a economia. Já Sarkozy observou que "as autoridades gregas tomaram medidas corajosas para ajeitar a situação das finanças públicas".

SÃO PAULO - O presidente da França, Nicolas Sarkozy, e o primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, manifestaram nesta sexta-feira apoio à Grécia. Os dois, que se reuniram em Paris, disseram estar de acordo com o fato de dar respaldo à Grécia uma vez que é um país do euro. "É um dever dar apoio à Grécia", sustentou Berlusconi, notando que se deve evitar consequências negativas para a moeda comum e para a economia. Já Sarkozy observou que "as autoridades gregas tomaram medidas corajosas para ajeitar a situação das finanças públicas". "Estamos prontos para ativar a qualquer momento a ajuda à Grécia", observou o dirigente francês, em menção ao plano aprovado em março pelos líderes europeus, com participação do Fundo Monetário Internacional (FMI). (Juliana Cardoso | Valor, com agências internacionais)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.