Paris, 27 - O presidente da França, Nicolas Sarkozy, anunciou hoje um pacote de 1,65 bilhão de euros (US$ 2,46 bilhões) para ajudar as companhias agrícolas do país, que têm sido prejudicadas pela volatilidade nos preços das matérias-primas. A crise está prejudicando o primeiro setor industrial de nossa economia, cujo valor é de 163 bilhões de euros, disse Sarkozy durante discurso em Poligny, leste do país.

"Essa crise fere o coração de nossa identidade."

Desde setembro do ano passado, o índice de preços da produção agrícola caiu 20%, enquanto o de preços de alimentos ao consumidor recuou apenas 1%, afirmou o presidente francês, observando existir uma distribuição injusta de receita dentro do setor. "Essa diferença é inaceitável."

O programa inclui um bilhão de euros de empréstimos do governo e 650 milhões em fundos extraordinários para ajudar os agricultores a enfrentar o aumento dos custos de produção. Sarkozy também prometeu pressionar a União Europeia a adotar mecanismos para amenizar a volatilidade nos mercados de produtos agrícolas e a adotar um "imposto sobre carbono" para limitar a concorrência injusta de produtores de fora do bloco. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.