PARIS - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, anunciou nesta segunda-feira um plano de ajuda ao setor automobilístico com empréstimos de 6,5 bilhões de euros (total) à PSA Peugeot-Citroën, Renault, e Renault Trucks. Em contrapartida, as empresas devem se comprometer a não realizar demissões e não fechar fábricas na França.

Segundo os jornais Les Echos e Le Figaro, a s empresas também terão de assumir o compromisso de moderar o pagamento de dividendos e cortar os bônus para executivo. 

Em dezembro de 2008, o governo já havia liberado ¿ 1 bilhão em empréstimos com taxas de juros preferenciais para os braços financeiros das montadoras. Também foi concedido um bônus aos compradores, a fim de estimular a aquisição de novos veículos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.