O presidente francês, Nicolas Sarkozy, participou da criação do pacote de salvamento do banco franco-belga Dexia, na madrugada de ontem. Ele se reuniu com autoridades do Ministério da Economia e do Banco da França preparando o pacote de 3 bilhões para estatizar a instituição.

Mais tarde, Sarkozy recebeu os diretores dos principais bancos do país, que lhe fizeram um relato otimista da situação. Disseram que o sistema bancário do país não corre tantos riscos quanto o norte-americano.

"O sistema financeiro francês é um dos mais seguros do mundo. Nem os bancos franceses nem os europeus estão sobrecarregados de ativos podres", disse Christian Noyer, presidente do BC francês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.