Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Saques do FGTS crescem 62% em dezembro, informa Caixa

BRASÍLIA - O esperado aumento brusco nos indicadores de desemprego em dezembro de 2008 já pode ser sentido nas contas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A informação foi antecipada à Agência Estado , nesta quinta-feira, pelo vice-presidente de Fundos de Governo e Loterias da Caixa Econômica Federal, Wellington Moreira Franco.

Agência Estado |

Ele disse que "o número de saques foi alto, acima da média", no último mês de 2008, ante igual mês do ano anterior. Segundo o vice-presidente, os saques do FGTS em dezembro somaram R$ 5,2 bilhões, valor 62% superior aos saques de dezembro de 2007, que somaram R$ 3,2 bilhões.

Há expectativa de que o número de demissões em dezembro tenha sido, por força dos efeitos da crise financeira internacional, muito superior à média de dispensas normalmente registrada no período. Além dos efeitos da crise, outro fator que teria influenciado no aumento dos saques no mês passado foi a retirada dos saldos do FGTS pelas famílias prejudicadas pelo desastre natural em Santa Catarina.

Após vários trimestres de exuberância nos índices de emprego, os números do fim do ano passado mostram uma reversão da tendência do mercado de trabalho formal como efeito da menor atividade econômica causada pela crise. "Dezembro não foi nada que nos atormentasse, mas já é um indicativo", alertou o vice-presidente da Caixa. Com o aumento do desemprego, mais trabalhadores sacam recursos do FGTS por serem demitidos sem justa causa.

Leia tudo sobre: fgts

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG