Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Saques de fundos de investimento somam R$ 58,8 bilhões até outubro

SÃO PAULO - A indústria brasileira de fundos sofreu significativamente com a volatilidade do mercado financeiro gerada com o agravamento da crise internacional, desde setembro. O setor acumula de janeiro a outubro captação liquida negativa de R$ 58,8 bilhões.

Valor Online |

Mais da metade desse desempenho foi registrado em outubro, que teve saldo negativo de R$ 31,9 bilhões, com resgates de R$ 199,6 bilhões e aplicações de R$ 167,7 bilhões.

Segundo dados divulgados hoje pela Associação Nacional de Bancos de Investimento (Anbid), os saques líquidos em outubro representam 2,8% do patrimônio líquido total da indústria, que fechou o mês passado em R$ 1,084 trilhão. Considerando rentabilidade, captações e resgates, a queda do patrimônio líquido do mercado no acumulado do ano é de 3,35%.

De acordo com registros da Associação, a categoria de fundos com mais resgates líquidos no mês foi a de renda fixa (de R$ 16,2 bilhões), seguida pela de multimercados (de R$ 14,3 bilhões).

No acumulado dos 10 primeiros meses, o movimento também é conduzido pelos dois tipo de fundo, a captação líquida negativa é de R$ 48,9 bilhões no caso dos multimercados e de R$ 40,7 bilhões nos fundos de renda fixa.

No período, restaram com resultado líquido positivo os fundos de participações (R$ 16,8 bilhões), os FIDC (R$ 8,4 bilhões); fundos de curto prazo (R$ 7,6 bilhões) e de previdência (R$ 5,2 bilhões), além dos referenciados em DI (R$ 2 bilhões).

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG