O conselheiro delegado do maior banco espanhol, Santander, Alfredo Sáenz, manteve nesta terça-feira a previsão de lucro líquido de 10 bilhões de euros para o exercício 2008.

Ao ser questionado sobre uma eventual revisão da previsão em conferência com analistas para apresentação dos resultados do terceiro trimestre, Sáenz disse que não será necessário.

Emilio Botín, presidente do Santander, maior banco da zona euro em termos de capitalização, já havia indicado em 22 de setembro que a previsão de 10 bilhões seria mantida.

Em 2007, o grupo registrou lucro líquido recorde de 9,03 bilhões de euros.

No terceiro trimestre, o grupo obteve um lucro líquido de 2,205 bilhões de euros, o que representou um aumento de 4,3%. Os analistas, no entanto, esperavam um resultado um pouco melhor, de 2,273 bilhões de euros.

fz/lm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.