Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Santander aumenta seu capital em 25% para reforçar solvência

MADRI - O Banco Santander anunciou hoje que chegou a um acordo para elevar seu capital social em 25% com o objetivo de reforçar seu core capital - que representa o valor efetivamente aplicado pelos acionistas na instituição.

EFE |

A operação será realizada mediante a emissão de 1,598 bilhão de novas ações ordinárias pelo valor de 7,194 bilhões de euros (aproximadamente US$ 9,125 bilhões).

O Santander informou que os novos títulos terão um preço de 4,5 euros (US$ 5,7) cada um e oferecerão direito de preferência na subscrição dos atuais acionistas do Santander, alguns dos quais, como os membros do Conselho de Administração do banco, já anunciaram que atenderão à ampliação.

Cada ação em circulação concederá um direito de preferência na subscrição e serão necessários quatro destes para se fazer uma nova ação, explicou a entidade.

O período dos direitos de preferência terá duração de 15 dias - de 13 a 27 de novembro - e começará após o correspondente folheto ser registrado diante da Comissão Nacional de Mercado de Valores (CNMV) e publicado no Diário Oficial do Registro Mercantil.

Com esta iniciativa, o banco "se antecipa ao reforçar seu capital, oferecendo uma magnífica oportunidade de investimento aos seus acionistas", explicou seu presidente, Emilio Botín, que acrescentou que o Santander "sempre teve uma política muito clara de força de capital".

Leia tudo sobre: santander

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG