Seul, 16 jan (EFE).- A Samsung anunciou hoje a troca de 25 de seus executivos para enfrentar a crise econômica, informou a agência sul-coreana Yonhap.

Trata-se da maior remodelação de sua estrutura de comando desde que o ex-presidente do grupo Lee Kun-Hee deixou o cargo em abril passado por seu envolvimento em corrupção.

Lee foi condenado em outubro a três anos de prisão por evasão de impostos.

"Foram designados executivos jovens e competentes para superar a atual crise econômica global", declarou em comunicado o maior conglomerado sul-coreano.

Sob esta reorganização, as quatro divisões da Samsung Electronics se reduziram a duas, que são a divisão de semicondutores e de LCD e outra divisão de comunicação digital.

O vice-presidente da Samsung Electronics, Lee Yoon-Woo, de 63 anos, assumirá a direção da divisão de chips, enquanto o chefe da companhia de celulares, Choi Gee-Sung, de 58 anos, também assumirá a de consumo eletrônico.

A Samsung conta com 59 filiais e é responsável por 20% das exportações anuais da Coreia do Sul. EFE ce/fal

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.