SÃO PAULO - Os investidores estrangeiros continuam atuando na ponta compradora da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). No acumulado do mês de março até o dia 27, o saldo de negociação direta estava positivo em R$ 2,162 bilhões.

Com tal resultado, março confirma ser o segundo mês consecutivo com entrada de recursos estrangeiros na Bovespa. Fevereiro, que apontou entrada líquida de R$ 544 milhões, tinha encerrado uma sequência de oito meses com perda de recursos.

A presença do estrangeiro ajuda a explicar o bom desempenho do Ibovespa, principal índice da bolsa brasileira, no mês passado. O indicador acumulou alta de 7,18% em março, marcando, assim, o maior ganho mensal desde abril do ano passado.

Entre os dias 2 e 27 de março, os não residentes efetuaram compras no valor de R$ 28,132 bilhões. Já as vendas totalizaram R$ 25,970 bilhões.

Enquanto os estrangeiros compram, as pessoas físicas vendem. No mesmo período analisado, o saldo dessa classe de investidor estava negativo em R$ 1,28 bilhão.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.