Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Saldo de outubro cai 56,9%

A queda do superávit comercial do País em relação a 2007 se acentuou em outubro em razão do ritmo menor de crescimento das exportações. O saldo acumulado em três semanas deste mês soma US$ 874 milhões, 56,9% menor que o de outubro de 2007 e 46,4% inferior ao de setembro, considerando a média diária.

Agência Estado |

Para o vice-presidente da Associação de Comércio Exterior do Brasil (AEB), José Augusto de Castro, o resultado é "claramente" reflexo da crise mundial. Segundo ele, o saldo caiu por causa da desaceleração das exportações provocada pela redução dos preços internacionais das commodities.

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, na terceira semana de outubro o superávit foi de apenas US$ 334 milhões, resultado de exportações de US$ 4,09 bilhões e importações de US$ 3,76 bilhões. Com isso, a média diária ficou, até agora, em US$ 67,2 milhões - maior apenas que as médias de janeiro, fevereiro e março, meses reconhecidamente fracos para o comércio exterior.

Nas três semanas do mês, as vendas externas somaram US$ 10,94 bilhões, com média diária de US$ 841,6 milhões. A cifra é 17,4% maior que a média de outubro de 2007, mas mostra uma desaceleração de 7,5% em relação a setembro. No acumulado do ano, as exportações ainda registram alta de 28%.

De janeiro até a terceira semana de outubro, as exportações somam US$ 161,81bilhões e as importações, US$ 141,28 bilhões, com saldo positivo de US$ 20,53 bilhões. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG