Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Salão de Detroit mostra que veículos elétricos são o futuro

Julio César Rivas. Detroit (EUA), 13 jan (EFE).- A confiança generalizada de que os veículos elétricos e híbridos são o caminho do futuro para o setor e as poucas novidades foram a tônica dominante do Salão Internacional do Automóvel da América do Norte (Naias, em inglês), que termina hoje na cidade americana de Detroit.

EFE |

Após três dias de evento dedicados à imprensa, as tendências dos fabricantes americanos de automóveis e de seus concorrentes asiáticos e europeus estão mais claras do que nunca.

As americanas General Motors (GM), Ford e Chrysler apostaram em "eletrificar" o setor do automóvel com a paulatina introdução nos próximos anos de veículos elétricos ou híbridos que eliminem, ou pelo menos reduzam, a dependência do setor e dos consumidores dos motores de combustão.

"O desenho, o desenvolvimento e a produção de baterias avançadas deve ser uma atividade central para a GM", afirmou ontem o presidente e executivo-chefe da companhia, Rick Wagoner, quando anunciou a criação da primeira fábrica americana de baterias para veículos elétricos.

A GM voltou a apresentar em Detroit o Chevrolet Volt, o veículo elétrico que planeja colocar à venda nos Estados Unidos em 2010, provavelmente no final do ano, e sobre o qual se concentra sua estratégia futura.

Wagoner afirma que o Volt e outros veículos que usarão o sistema de propulsão Voltec representam o "novo início" da GM e a garantia de que a companhia sobreviverá outros 100 anos.

Além disso, a GM anunciou o lançamento do Chevrolet Spark, um pequeno automóvel de baixo consumo baseado no protótipo Beat, que começará a ser vendido na Europa no primeiro trimestre de 2010.

O Spark e o Volt foram dois dos 17 automóveis e protótipos que a GM apresentou no Salão de Detroit.

Por outro lado, a Ford reservou para esta ocasião o anúncio de um plano para desenvolver e produzir nos próximos quatro anos uma série de veículos elétricos, híbridos e recarregáveis através de tomadas domésticas.

O plano inclui a introdução em 2010 de um novo veículo comercial elétrico, a produção para 2011 de um pequeno automóvel elétrico em união com a empresa canadense Magna e uma nova geração de híbridos que em 2012 incluirá um recarregador através de tomadas.

Outra das principais novidades da Ford no Salão de Detroit foi o lançamento do novo Ford Taurus, veículo com o qual pretende recuperar o esplendor perdido na categoria de sedãs.

A Chrysler, a montadora americana em pior situação econômica, foi mais vaga sobre seus planos futuros.

Entretanto, também disse que seu futuro passa pela eletricidade e veículos de consumo reduzido de gasolina.

O co-presidente da companhia, Jim Press, apresentou o protótipo Chrysler 200C EV, um automóvel elétrico baseado no mesmo princípio do Volt, pois usa um pequeno motor de gasolina que recarrega as baterias quando terminam. Desta forma, amplia sua autonomia para 640 quilômetros.

As montadoras asiáticas, com as japonesas Toyota e Honda na liderança, também estão convencidas de que as tecnologias híbridas e a eletricidade vão cumprir um papel fundamental no setor nos próximos anos.

No entanto, com uma gama de modelos no mercado baseada em veículos de consumo moderado ou reduzido, e em melhor situação financeira que seus concorrentes americanos, as empresas japonesas não precisam das mudanças revolucionárias e dramáticas nas quais a indústria de Detroit está imersa.

A Toyota apresentou no salão a esperada terceira geração do Prius, o veículo híbrido que iniciou a revolução no setor.

Também anunciou que em 2012 colocará à venda um automóvel elétrico urbano e mostrou o protótipo FT-EV, com o qual ampliará sua estratégia elétrica.

Por outro lado, a Honda fez em Detroit a estréia mundial de seu híbrido Insight, que chegará às concessionárias americanas em abril e que tem um consumo estimado de 5,88 litros por cada 100 quilômetros em cidade (40 milhas por galão) e 5,47 litros em estrada (43 milhas por galão). EFE jcr/fal

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG