Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Safra de 2009 será 3,8% menor do que a de 2008, diz IBGE

A safra 2009 deverá registrar produção 3,8% inferior à safra anterior, para 140,2 milhões de toneladas, divulgou nesta segunda-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA) de novembro. A estimativa de outubro apontava uma queda de 3,3% em 2009 ante a safra atual.

Agência Estado |

A área a ser colhida em 2009, segundo o IBGE, será de 46,6 milhões de hectares, com queda de 0,9% em relação à safra 2008.

Segundo explicam os técnicos do IBGE no documento de divulgação da pesquisa, "os principais Estados produtores de grãos, até o momento, apresentam normalidade climática e confirmam tendência de implantação de uma safra com uma área pouco superior à deste ano, mas com uma produção menor, por conta dos rendimentos médios esperados, em face dos preços dos insumos, especialmente fertilizantes, numa situação de incerteza em relação às condições futuras de comercialização (preço e mercado). Por outro lado, registram-se as primeiras reavaliações decorrentes das irregularidades no clima, ocorridas, principalmente, no Estado de Santa Catarina".

Entre os dez produtos investigados para o levantamento de novembro, cinco devem apresentar variações positivas em relação à área colhida em 2008: arroz em casca (0,4%), cebola (2,0%), feijão 1ª safra (14,1%), fumo em folha (2,6%) e soja (0,3%). Com variações negativas, devem ficar o algodão herbáceo em caroço (-13,3%), o amendoim em casca 1ª safra (-2,9%), a batata-inglesa 1ª safra (-2,0%), a mandioca (-0,8%) e o milho 1ª safra (-0,5%).

Conab

As lavouras de grãos na safra 2008/09, cuja maior parte está em fase de desenvolvimento, devem produzir 140,3 milhões de toneladas, segundo melhor resultado da história, atrás apenas da safra passada, que foi de 143,9 milhões de toneladas. A constatação é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que divulgou hoje o terceiro levantamento sobre a safra de grãos 2008/09.

A área plantada em todo o País terá crescimento de 97,8 mil hectares em relação ao ciclo anterior e totalizará 47,48 milhões de hectares. Segundo o presidente da Conab, Wagner Rossi, o Centro-Sul está com aproximadamente 90% do plantio concluído.

Conforme os técnicos da Conab, o clima e a crise financeira não devem impedir a expansão das lavouras no Sul do Brasil. A produção no Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina deve crescer 2,9%, totalizando 61,1 milhões de toneladas, um recorde na região. Em contrapartida, nas demais regiões a pesquisa registra queda na produção. No Sudeste, a colheita cairá 3,1% e no Centro-Oeste 7,1%.

A pesquisa da Conab mostra que a primeira safra de feijão é o destaque da safra 2008/09. De acordo com o estudo, a produção será 20,1% maior que a anterior, atingindo 1,49 milhão de toneladas. Os Estados do Paraná, Minas Gerais e São Paulo concentram os maiores números, com crescimento de 33,5%, 13,3% e 38,1%, respectivamente.

A Conab também mostra crescimento de 1,6% na produção de arroz, atingindo 12,25 milhões de toneladas. O porcentual seria maior, não fossem as enchentes em Santa Catarina. Até novembro, era calculado aumento de até 6,3% na produção daquele Estado. Agora, a estatal indica uma retração de 0,4%.

Leia mais sobre agricultura

Leia tudo sobre: agricultura

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG