Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Sadia reduz ainda mais exposição ao câmbio

A exposição da Sadia a operações de derivativos cambiais de alto risco caiu de US$ 966 milhões para US$ 678 milhões na última semana. Conseguimos levar a empresa de volta à normalidade, disse o presidente do Conselho de Administração do grupo, Luiz Fernando Furlan.

Agência Estado |

A empresa programa paradas técnicas em algumas de suas unidades para o primeiro trimestre de 2009. A iniciativa, diz Furlan, tem por objetivo diluir estoques e diminuir o "saldo" do banco de horas dos funcionários. Os dias parados serão descontados desse banco.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG