A Sadia enfrenta um novo processo na corte de Nova York. É o terceiro processo judicial contra a empresa nos Estados Unidos desde que foram divulgadas as perdas com operações com derivativos.

Nos dois processos anteriores, os acionistas alegavam que a empresa violou as leis federais que regulam o mercado de capitais americano ao emitir informações deturpadas sobre a natureza de seu negócio e suas operações financeiras, inflando de maneira artificial o preço de suas ações.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.