Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rússia retoma envio de gás à Europa pela Ucrânia

Moscou, 13 jan (EFE).- A Rússia retomou nesta terça-feira, após seis dias de interrupção, o envio de gás natural à Europa através da Ucrânia.

EFE |

A empresa estatal russa Gazprom informou que começou a bombear gás na estação de Sudzha, na fronteira com a Ucrânia, segundo a agência oficial de notícias da Rússia "Itar-Tass".

Corte

Centenas de milhares de pessoas foram afetadas pelo corte de gás e ficaram sem aquecimento na Europa - que atravessa um rigoroso inverno - por conta da disputa entre Rússia e Ucrânia sobre o gás.

A Rússia acusava a Ucrânia de estar roubando parte do gás enviado para a Europa e de dever dinheiro. A Ucrânia nega as acusações.

Os dois governos ainda discutem o preço a ser pago pela Ucrânia pelo gás russo, e o preço a ser pago pela Rússia pelo uso dos gasodutos ucranianos.

A União Européia importa um quarto de seu gás da Rússia, e 80% deste volume passa pela Ucrânia.

Para o embaixador especial de Segurança Energética da União Européia, Vaclav Bartuska, falando em nome da presidência checa do bloco, a lição a ser aprendida depois deste incidente é que a Europa precisa trabalhar junta.

"A Europa precisa fazer mais para garantir seu fornecimento de energia. E precisamos agir de forma conjunta, pois, se conseguimos retomar o fluxo de gás para a Europa, não será porque os checos são espertos ou porque os representantes são bons. Mas, principalmente, porque conseguimos manter todos os 27 países da União Européia junto", disse.

**Com informações da BBC Brasil**

Leia mais sobre: gás na Europa

Leia tudo sobre: rússiaucrânia

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG