Buenos Aires, 30- O governo da Rússia decidiu não aplicar restrições para a importação de frutas argentinas que teriam início amanhã, segundo uma nota da chancelaria da Argentina. O chanceler argentino, Jorge Taiana, anunciou hoje, em Moscou, que as gestões do governo junto às autoridades da Federação Russa foram satisfatórias, visto que este país não aplicará, a partir de amanhã, a restrição às importações de fruta argentina, informa a nota.

O chanceler russo Andrei Denisov deu um prazo de 60 dias para a Argentina adaptar-se às exigências técnico-sanitárias russas. Nesse período, ambos os chanceleres esperam chegar a um acordo sobre o assunto, destacou a nota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.