Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rússia pode fornecer até 1 mi t de trigo ao Brasil

Por Aleksandras Budrys MOSCOU, 19 de fevereiro (Reuters) - A Rússia tem discutido a possibilidade de fornecer até 1 milhão de toneladas de grãos para o Brasil na atual temporada, substituindo em parte a oferta de trigo da Argentina, afirmou o ministro da Agricultura russo na quinta-feira.

Reuters |

Alexei Gordeyev explicou que o trigo não sairá dos estoques estatais russos se o acordo for finalizado, mas não deu detalhes sobre a origem do cereal.

Uma delegação agrícola do Brasil em Moscou avalia a eliminação de barreiras sanitárias para os embarques ao Brasil.

"Concordamos com o ministro da Agricultura do Brasil que a Rússia poderia fornecer grãos ao Brasil, parcialmente substituindo a Argentina", disse Gordeyev.

"Discutimos um volume de até 1 milhão de toneladas, mas não atrelamos isso a cotas de carne ou outras condições", completou ele no intervalo de uma cerimônia de premiação agrícola.

O setor privado do Brasil, importante fornecedor de carne à Rússia, tem pressionado o governo brasileiro para que tente obter junto aos russos melhores condições para acesso do produto nacional no país.

O Brasil normalmente importa trigo da Argentina a tarifa zero aproximadamente 90 por cento do grão que compra no exterior.

A Argentina, entretanto, sofreu com uma forte seca, que prejudicou sua produção agrícola. A safra argentina de trigo caiu pela metade, e o país está restringindo as exportações.

Na semana passada, o secretário de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento brasileiro, Welber Barral, afirmou que o governo iria abrir uma cota livre de tarifa para o trigo fora do Mercosul a partir de março.

O Brasil tem uma tarifa comum de importação de 10 por cento para grãos com origem fora do Mercosul.

A Rússia colheu 108,1 milhões de toneladas de grãos em 2008, a maior quantidade desde 1990, incluindo um recorde histórico de 63,75 milhões de toneladas de trigo.

O país quer exportar mais de 20 milhões de toneladas de grãos da atual temporada até 30 junho, pelo menos 50 por cento mais do que nos 12 meses anteriores.

A assessoria do Ministério da Agricultura do Brasil afirmou que ainda não houve resposta da missão que está na Rússia.

Os Estados Unidos e o Canadá são os outros dois únicos países de fora do Mercosul sem barreiras sanitárias para exportar trigo ao Brasil. A América do Norte embarcou mais de 1 milhão de toneladas ao Brasil em 2008.

Um trader de grãos europeu afirmou na quarta-feira que os preços do trigo russo devem cair já que o país terá que vender parte de seus estoques para abrir espaço nos armazéns para a nova safra, que começará a chegar em julho.

O governo russo comprou mais de 7 milhões de toneladas de grãos até agora, incluindo cerca de 4 milhões de toneladas de trigo para moagem, para seus estoques de intervenção e não mostra sinais de interromper as compras.

((Tradução Redação São Paulo; 5511 5644 7754))

REUTERS CM

Leia tudo sobre: trigo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG