Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rússia pode embargar carne de frigorífico de Roraima

O Ministério da Agricultura esclareceu nesta manhã, por meio de sua assessoria de imprensa, que a Rússia avalia a possibilidade de suspender as compras de carne bovina de um frigorífico de Roraima. Essa unidade, que não teve seu nome divulgado, é apontada pela Rússia como exportadora de lotes de carne com um tipo de bactéria cujo nível de incidência foi considerado excessivo.

Redação com Agência Estado |

Segundo o governo brasileiro, a suspensão ainda não entrou em prática e, para que ela não seja imposta, serão estabelecidas medidas corretivas no sistema de produção dessa unidade, entre elas, boas práticas de fabricação e higienização na unidade.

Os técnicos do Ministério da Agricultura disseram, ainda, que a Rússia está exigindo para esse frigorífico um nível de controle da bactéria que não é exigido pelos demais países que importam carne do Brasil. O Ministério da Agricultura deve divulgar ainda hoje uma nota técnica sobre caso.

Restrições da Rússia

O Serviço Federal de Controle Veterinário e Fitossanitário da Rússia, o Rosselkhoznadzor, anunciou hoje que a imposição de restrições temporárias à importação de carne de oito países, entre eles o Brasil, porque substâncias proibidas foram encontradas na carne oriunda desses países.

Com a medida, restrições temporárias serão impostas à importação de carne de algumas empresas da Dinamarca, França, Alemanha, Itália e Espanha a partir de hoje.

Na próxima segunda-feira (dia 21), restrições temporárias serão impostas à carne de algumas empresas do Brasil, Austrália e Argentina.

Leia mais sobre carne   

Leia tudo sobre: carnes

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG