O primeiro-ministro da Rússia, Vladimir Putin, anunciou na manhã deste domingo que o país fechou acordo com a Ucrânia para encerrar disputa do gás, que cortou o fornecimento para vários países-membros da União Europeia, informou a agência de notícias estatal russa RIA-Novosti. Segundo o acordo, a Ucrânia pagará 20% menos que o preço europeu para este ano.

Isto significa um aumento substancial para a Ucrânia no primeiro trimestre, mas o preço poderia cair significantemente no final do ano uma vez que é esperada uma queda nos preços do gás.

De acordo com a agência de notícias, o primeiro-ministro da Ucrânia, Yulia Tymoshenko, disse que todo fornecimento de gás será restabelecido assim que o contrato for assinado pelas companhias de gás dos dois países. As informações são da Associated Press.

Leia mais sobre gás

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.