Moscou, 21 - O governo russo aprovou um novo limite inferior, de US$ 180 a tonelada, para a tarifa de importação de açúcar demerara, que passará a valer em 1º de junho, anunciou hoje a associação de produtores Soyuzrossakhar. Com o novo limite, a tarifa poderá ficar entre US$ 180 e US$ 270 a tonelada, enquanto o intervalo anterior era de US$ 140 a US$ 270/t.

De acordo com associação, o limite anterior de US$ 140/t não era mais suficiente para evitar o excesso de importações.

Está em vigor atualmente uma tarifa sazonal de importação de US$ 220 a US$ 270 a tonelada, que tem como base os preços do açúcar demerara na Bolsa de Nova York (ICE Futures US). A Rússia consome cerca de 6 milhões de toneladas de açúcar refinado por ano, e a participação do açúcar produzido a partir de beterraba colhida no país aumentou nos últimos anos, alcançando 59% em 2008. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.