Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

R.Unido não descarta nacionalização do Lloyds Banking Group

Londres, 14 fev (EFE).- O Governo britânico não descarta ter uma maior participação no Lloyds Banking Group, do qual o Estado já possui 43% das ações, ou inclusive nacionalizar a entidade, devido a sua desastrosa situação financeira.

EFE |

O Lloyds Banking Group anunciou na sexta-feira que o HBOS, a entidade que recuperou em uma fusão no ano passado, terminou o ano de 2008 com perdas em torno de 10 bilhões de libras (US$ 14,394 bilhões).

O anúncio fez com que as ações do grupo caíssem 32,45% no fechamento da Bolsa de Londres.

Após a notícia das contas do grupo bancário, o ministro das Finanças do Reino Unido, Alistair Darling, disse que o principal agora é identificar os ativos "podres" que este banco e outras entidades financeiras do país possuem para "tirá-las do sistema" e conseguir a retomada do nível creditício normal nos mercados.

Em Roma, onde esteve na reunião de ministros de Economia do Grupo dos Sete (G7, os países mais desenvolvidos), Darling foi entrevistado pela "BBC" e perguntado se o Governo pensava em uma nacionalização completa.

"Disse, em janeiro, (depois que o Governo autorizou a fusão do Lloyds e do HBOS e contribuiu para a operação com 17 bilhões de libras) que havia um leque de opções que desenvolveríamos (...) para ajudar os bancos, porque deixamos claro que a integridade dos bancos é muito importante", disse Darling. EFE fpb/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG