Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rodada Doha fracassa de novo

GENEBRA - A Organização Mundial do Comércio (OMC) se prepara para anunciar o fiasco de uma tentativa de fazer um acordo agrícola e industrial até o fim do ano, em mais um golpe na já combalida Rodada Doha, na qual o Brasil jogou todas suas fichas na cena comercial. O diretor-geral, Pascal Lamy, está reunido com os representantes dos principais países, mas fontes comerciais dizem que agora a questão é como apresentar mais um fracasso na negociação global para liberalizar o comércio. A idéia era ter uma reunião de ministros neste fim de semana, em Genebra. Lamy adiou por uma semana o anúncio, tentando convencer os principais países, como deve agora constatar o tamanho das divergências que persistem.

Valor Online |

O maior culpado desta vez são os Estados Unidos, na opinião generalizada, inclusive de países desenvolvidos. Washington quis alterar o pacote de concessões delineado em agosto, apresentando novas demandas para o Brasil, China e Índia - membros do G-7, grupo dos mais influentes na OMC - acelerarem o corte de tarifas industriais.

Negociadores estimam que pode demorar de três a quatro anos para uma negociação global ser retomada. E, provavelmente, pode ser em novas bases e novas exigências.

(Assis Moreira | Valor Econômico para o Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG