Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Ritmo da economia dos EUA desacelerou em junho e julho, aponta documento do Fed

SÃO PAULO - O ritmo da atividade econômica nos Estados Unidos diminuiu de alguma forma desde o fim de maio, conclui a edição mais recente do Livro Bege, compêndio de dados reunidos pelas 12 unidades regionais do Federal Reserve (Fed, banco central americano). Segundo o documento, divulgado hoje, cinco distritos reportaram desaceleração ou enfraquecimento na atividade, enquanto os outros sete informaram condições que fora desde crescimento modesto até falta de expansão.

Valor Online |

Em quase todos os distritos o consumo enfraqueceu ou caiu, embora os cheques distribuídos pelo governo a título de restituição de impostos tenham impulsionado o comércio de produtos específicos. A atividade de turismo apresentou movimento variado, uma vez que muita gente optou por viajar para locais próximos devido ao aumento do preço da gasolina.

A atividade industrial arrefeceu em várias localidades, embora ainda seja impulsionada pela demanda para exportação. O mercado imobiliário residencial permaneceu fraco na maior parte do país, assim como a concessão de crédito imobiliário.

Todos os 12 locais com unidades do Fed reportaram maiores pressões de aumento de preço, especialmente de insumos como combustível, derivados de petróleo, metais, alimentos e produtos químicos. Os preços no varejo, contudo, ficaram estáveis ou tiveram reajustes localizados.

(Valor Online )

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG