Os riscos-país de Brasil e México caíram nove e seis pontos, respectivamente, enquanto que o da Argentina aumentou 10 unidades, segundo dados preliminares do índice EMBI+, calculado pelo banco norte-americano JP Morgan, informou nesta segunda-feira a secretaria da Fazenda mexicana.

No dia 25 de julho, o índice do Brasil se situou em 217 pontos, enquanto que o do México ficou em 165, e da Argentina, em 609, informou a secretaria.

O risco-país é um indicador utilizado para avaliar a estabilidade econômica de um país e sua capacidade para cumprir suas obrigações financeiras.

lp/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.