A mineradora australiana Rio Tinto suspendeu as operações de fundição de sua joint venture Kwinana, no oeste da Austrália, segundo a edição de segunda-feira do jornal Australian Financial Review. Conforme o jornal, um porta-voz da empresa disse que a companhia decidiu interromper as operações enquanto aguarda uma recuperação do mercado de ferro-gusa.

A produção ficará suspensa por pelo menos três meses, em resposta às condições atuais do mercado, informou o jornal. A unidade, conhecida como HISmelt, é controlada pela Rio Tinto (60%), Nucopr (25%), Mitsubishi (10%) e Shougang (5%), e nunca chegou perto de atingir sua capacidade anual de 800 mil toneladas, disse o jornal em seu Web site. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.