O executivo-chefe da Rio Tinto, Tom Albanese, deve viajar à China este mês para participar de uma conferência que atrai altos funcionários do governo chinês. O evento deve ser a primeira oportunidade para o executivo se encontrar com as autoridades em um fórum, oito meses após a Rio Tinto ser surpreendida com a prisão de quatro de seus funcionários.

Eles foram presos em julho passado, em meio a uma crítica generalizada às atividades da empresa em seu maior mercado.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.