SÃO PAULO - A Rio Tinto, empresa anglo-australiana do setor de mineração, está em conversação com a Chinalco, companhia chinesa da área de alumínio, sobre a possível venda de participações em algumas de suas operações. A informação foi confirmada pela Rio Tinto nesta segunda-feira após a circulação de rumores na imprensa.

"Não existe certeza de que ocorrerá uma transação e qualquer transação possível deve ser condicionada à aprovação dos acionistas da Rio Tinto, das autoridades reguladoras e do governo", afirmou a empresa em breve nota.

No documento, a Rio Tinto avisa que fará novo comunidade se houver necessidade e quando for apropriado.

De qualquer forma, a movimentação pode resultar em uma grande injeção de capital em um momento em que a mineradora anglo-australiana está comprometida com a redução de seu endividamento.

No fim do ano passado, a Rio Tinto avisou do corte de mais de 10 mil empregos para abrandar custos. Além disso, diminuiu sua produção como consequência da queda na demanda por matérias-primas.

Na sexta-feira da semana passada, a mineradora acertou a venda de ativos de potássio e minério de ferro para a brasileira Vale.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.