Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Rio Tinto adia investimentos de US$ 2,15 bilhões em mina de Corumbá

SÃO PAULO - Diante do pessimismo do cenário econômico mundial, a mineradora Rio Tinto anunciou o adiamento de investimentos para a ampliação da sua mina de minério de ferro em Corumbá, no Mato Grosso do Sul. De acordo com o projeto de expansão, anunciado no meio do ano passado pela empresa, os investimentos em Corumbá chegariam a US$ 2,15 bilhões, o que aumentaria a capacidade anual da mina de ferro de 2 milhões de toneladas para 12,8 milhões de toneladas.

Valor Online |

Um porta-voz da Rio Tinto afirmou que as empresas contratadas e os funcionários do projeto foram informados da decisão de adiamento da expansão. "Não desistimos destes projetos, mas esperamos sinais confiáveis de recuperação do mercado", disse o porta-voz.

Esta medida é uma continuidade da tentativa da empresa de diminuir seus custos. No ano passado, a Rio Tinto já havia anunciado algumas reduções de produção, como o corte de 10% na Austrália, em resposta à diminuição da demanda das siderúrgicas chinesas.

No início de dezembro, o grupo minerador já tinha divulgado a demissão de mais de 13 mil funcionários e uma redução de US$ 5 bilhões nos gastos de capital. Tudo isto, para reduzir o endividamento da companhia, de US$ 39 bilhões, e conter os efeitos do declínio das commodities no mercado mundial.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG