RIO - As chuvas que castigaram o Rio nos últimos dois dias causaram, até o momento, 43 mortos só na capital do Estado. No total, já foram encontrados 110 corpos em todo o Estado, dos quais 60 em Niterói.

RIO - As chuvas que castigaram o Rio nos últimos dois dias causaram, até o momento, 43 mortos só na capital do Estado. No total, já foram encontrados 110 corpos em todo o Estado, dos quais 60 em Niterói. O maior número de mortes na capital aconteceu no Morro dos Prazeres, em Santa Tereza, onde um deslizamento de terra matou 18 pessoas. Além disso, morreram cinco pessoas no Morro dos Macacos e mais cinco no Morro do Turano. Houve quatro óbitos na Taquara, três no Morro do Borel e dois no Cosme Velho. Houve uma morte no bairro do Andaraí e outra no Recreio do Bandeirantes. Alto da Boa Vista, Ilha do Governador e Rocinha também registraram um óbito cada. No momento, o ministro da Integração Nacional, João Santana, está reunido com o governador do Rio, Sergio Cabral, e o prefeito da capital, Eduardo Paes, no Centro de Controle Operacional de Trânsito da cidade para discutir formas de ajuda para o Estado. Na cidade, existem 1778 desabrigados e desalojados. Mais cedo, Cabral e o ministro estiveram em Niterói. Em reunião com 11 prefeitos, o governador afirmou que vai providenciar 70 mil kits de apoio aos desabrigados e vai iniciar uma campanha de vacinação para prevenir doenças como hepatite e leptospirose. (Rafael Rosas | Valor)
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.