SÃO PAULO (Reuters) - A fabricante de papel Rigesa, controlada pela norte-americana MeadWestvaco, informou nesta segunda-feira que está realizando estudos de análise de viabilidade da expansão da produção de papel na unidade de Três Barras (SC). Segundo a companhia, a análise está em fase inicial e é parte da estratégia de crescimento MeadWestvaco em mercados emergentes.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237562648347&_c_=MiGComponente_C

De acordo com as informações mais recentes da Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa), a Rigesa é a quinta principal fabricante de papel do país. São duas fábricas de papel, quatro fábricas de embalagens de papelão ondulado, uma de embalagens ao consumidor e duas fábricas de embalagens de papelcartão. A companhia possui 54 mil hectares de terras.

Em 2008, a Rigesa produziu 313.172 toneladas de papel, o que garantiu uma participação de mercado de 3,3%. Os dados referentes a 2009 deverão ser divulgados pela Bracelpa no início do segundo semestre deste ano.

Já a MeadWestvaco, com operações em 30 países, fabrica embalagens, papéis revestidos e especiais, produtos ao consumidor e materiais de escritório, além de produtos químicos especiais.

Leia mais sobre: negócios

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.