São Paulo, 16 - O executivo Ricardo Brito será o CEO do Grupo Moema, absorvido pela Bunge Limited no final do ano passado. A confirmação do executivo no cargo já foi feita à União da Indústria da Cana-de-açúcar (Unica).

A empresa ratificou ainda a manutenção da participação na entidade, apenas com a alteração do proprietário.


Brito comandará as cinco usinas que antes pertenciam à Moemapar, holding cujo controle era dividido entre os empresários Maurílio Biagi Filho, Eduardo Diniz Junqueira, sogro do executivo, e ainda filhos de Armando Junqueira. Na Moemapar, Brito já era o principal executivo antes da venda para a Bunge.


No pacote que deve ser administrado por Brito, de acordo com fontes do mercado, estão a Usina Moema, em Orindiúva; usina Frutal, na cidade homônima no Triângulo Mineiro; a Ouroeste, na cidade paulista: a Guariroba, em Pontes Gestal (SP), e a Itapagipe, em Minas Gerais. Já as demais usinas da Bunge não estarão sob o guarda-chuva dele.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.