Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Retirada urgência de fundo Soberano

O governo cedeu à pressão dos partidos de oposição na Câmara e retirou o regime de urgência para a votação do projeto de lei que cria o Fundo Soberano do Brasil (FSB). A urgência estava impedindo as votações no plenário da Câmara com os partidos de oposição (PSDB, DEM e PPS), contrários à criação do fundo, usando todos os mecanismos regimentais para obstruir a sessão e atrasar as votações.

Agência Estado |

O acordo pôs fim à obstrução e, com isso, a Medida Provisória 442, que permite ao Banco Central socorrer os bancos, deverá ser votada no dia 28 de outubro, a primeira sessão após o segundo turno das eleições municipais. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG