Tamanho do texto

Os contratos de seguros sobre a dívida do banco de investimentos americano Lehman Brothers, abrigado pela lei de falências, não teve repercussões graves para o sistema financeiro, afirmou nesta quarta-feira a agência de classificação Moodys Investors Service.

Alguns analistas temiam que as perdas acumuladas pelos compradores de contratos tipo CDS ("Credit Default Swaps"), que permitirão testar a capacidade do Lehman de honrar suas dívidas, provocassem quebras em série no setor financeiro.

Os CDS causaram "centenas de milhões de dólares em prejuízos para várias companhias classificadas pela Moody's", mas não tiveram como conseqüência "a queda de nenhuma nota até então", indicou a agência em um estudo.

"O mercado global (de CDS) se comportou melhor do que muitos observadores antecipavam", afirmou a Moody's.

A agência, no entanto, estima que os efeitos do amparo na lei de falências por parte do Lehman no dia 15 de setmebro poderia ter conseqüências muito mais graves.

hh/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.