Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Resgate aos bancos e plano para economia dos EUA dão o tom do dia

SÃO PAULO - Os indicadores econômicos da terça-feira cedem espaço para as notícias vindas de Washington. Hoje, o secretário do Tesouro dos EUA, Timothy Geithner, deve apresentar um novo projeto de ajuda ao setor financeiro.

Valor Online |

A expectativa recai sobre a possibilidade de criação do " bad bank " , que concentraria ativos podres que estão nas carteiras dos bancos. O projeto também contemplaria medidas para estimular o crédito e ajudar os mutuários de hipotecas. Foco também no Senado americano, que deve votar o plano de estímulo econômico do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama.

No âmbito interno, atenção para os índices de inflação. A Fundação Getúlio Vargas (FGV) traz a primeira prévia do Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) em fevereiro. Para o Banco Fator, o indicador deve subir 0,39%, seguindo deflação de 0,31%.

Também sai o Índice de Preços ao Consumidor Semanal para as cidades São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, Salvador e Recife.

Já a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) traz a variação semanal do Índice de Preços ao Consumidor (IPC-Fipe).

Nos EUA, a agenda conta apenas com os estoques no atacado. A previsão é de queda de 0,7% em dezembro, depois de declínio de 0,6% em novembro.

No âmbito corporativo, a atenção recai nos resultados da Brasil Telecom. A Brascan Corretora estima lucro líquido de R$ 229 milhões no quarto trimestre, alta de 11,3% no comparativo anual. Para as receitas, a projeção é de crescimento de 1,7%, para R$ 2,92 bilhões.

Também serão apresentados os resultados do Banrisul, Indusval e Souza Cruz. A Fator Corretora prevê lucro de R$ 428 milhões para a fabricante de cigarros no último trimestre de 2008, forte elevação sobre os R$ 137 milhões obtidos em igual período de 2007.

No mercado externo saem os números do UBS e da cervejaria Molson Coors.

A agenda da semana ainda reserva a balança comercial e as vendas no varejo dos EUA. Na Europa, o foco volta-se para o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro no quarto trimestre.

(Eduardo Campos | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG