Tamanho do texto

As reservas de divisas da China, as maiores do mundo há mais de dois anos, alcançaram 1,808 trilhão de dólares no final de junho, anunciou nesta segunda-feira o Banco Central da China.

O índice reflete um aumento de 35,7% em relação ao mesmo período do ano passado, e de mais de 18% em comparação com o final de 2007, segundo o comunicado divulgado no site do Banco Central.

As autoridades chinesas, que temem os efeitos do superaquecimento econômico - excesso de liquidez e de investimentos - estão preocupadas com os capitais especulativos - que se sentem atraídos pela China e seu crescimento - assim como pelo fortalecimento do iuane em relação ao dólar e as vantagens do juros elevados.

wf-ger/dm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.