Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Reservas da Petrobras no País cresceram 1,2% em 2008

A Petrobras informou que suas reservas provadas de petróleo e gás natural no Brasil encerraram 2008 em 14,093 bilhões de barris de óleo equivalente pelos critérios da Society of Petroleum Engineers (SPE) e da Agência Nacional do Petróleo (ANP), o que representa um crescimento de 1,2% sobre dezembro de 2007.

Agência Estado |

Levando em conta a métrica da Securities and Exchange Commission (SEC), órgão regulador do mercado de capitais norte-americano, as reservas provadas no País em 31 de dezembro último caíram 5% em relação a 2007, para 10,274 bilhões de barris.

As principais diferenças entre as estimativas da SEC e da ANP e SPE ocorrem devido à diferença nos critérios (preço de valoração do petróleo, prazo de concessão e reservas de gás), e a não contabilização de projetos em estágio inicial de concepção para desenvolvimento da produção. Segundo a Petrobras, as descobertas do pré-sal da Bacia de Santos estão em avaliação e não contribuem para os resultados de 2008.

Pelo parâmetro da SPE e ANP, durante 2008 foram apropriados 920 milhões de barris às reservas provadas no Brasil, contra uma produção acumulada de 747 milhões de barris. Para cada barril de óleo equivalente extraído em 2008, foi apropriado 1,23 barril, resultando em índice de reposição de reservas de 123%. Por esse mesmo critério, a relação entre reserva e produção ficou em 18,9 anos. Entre as principais apropriações em 2008 estão descobertas em blocos exploratórios no Espírito Santo, Sergipe, Alagoas e Rio de Janeiro. O pré-sal capixaba está contribuindo com reservas de 128 milhões de barris.

No final do ano, as reservas provadas no País com base no critério SPE e ANP eram de 11,969 bilhões de barris de óleo condensado e 337,624 bilhões de metros cúbicos de gás natural, o que significa, respectivamente, 85% e 15% do total.

No exterior, pelo critério da SPE e ANP, as reservas provadas de óleo, condensado e gás natural nos campos sob concessão da Petrobras atingiram 992 milhões de barris no final de 2008, uma queda de 9% ante 2007. Pelo critério da SEC, as reservas provadas fora do Brasil estavam em dezembro em 917 milhões de barris, acréscimo de 3,5% em relação à estimativa do ano anterior. As principais diferenças entre os volumes de reservas internacionais pelos critérios SPE/ANP e SEC são decorrentes de diferenças de contabilização dos dados da Nigéria e nos Estados Unidos, conforme a estatal.

As reservas provadas da Petrobras no Brasil e no exterior de óleo, condensado e gás natural atingiram 15,085 bilhões de barris no final do ano pelo critério SPE/ANP, um aumento de 0,5% em relação ao ano anterior. Pela metodologia da SEC, as reservas em 2008 apresentaram decréscimo de 4,4%, para 11,191 bilhões de barris de óleo equivalente.

Leia mais sobre petróleo 

Leia tudo sobre: petroleopetróleo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG