Desde que o Banco Central anunciou no dia 18 de setembro que passaria a vender dólares diante do agravamento da crise as reservas internacionais brasileiras já tiveram uma queda de US$ 4,725 bilhões. Naquele dia, as reservas estavam em US$ 208,698 bilhões e o dado mais recente, de anteontem, era de US$ 203,973 bilhões.

A maior parte dessa queda está relacionada às operações de venda de dólares com compromisso de recompra, ou seja, de recursos que saíram do estoque de reservas, mas voltarão ao caixa do governo no futuro. No total, os chamados leilões de linhas externas somaram US$ 1,7 bilhão do dia 19 de setembro até o dia 10 de outubro.

Além desses recursos, o BC também fez leilões de venda direta de dólares. No período, as vendas de dólares, de acordo com as estimativas do mercado financeiro, somaram US$ 2,7 bilhões. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.