Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Reserva para oferta da Vale começa hoje

SÃO PAULO - O investidor interessado em tomar parte na oferta de ações da Vale do Rio Doce tem de hoje até o dia 15 de julho para fazer seu pedido de reserva. Os atuais acionistas têm preferência na colocação e os controladores já anunciaram que vão comprar o número de ações ordinárias necessárias para manter sua participação no capital.

Valor Online |

Pelo prospecto, a distribuição está dividida em três partes: oferta prioritária para acionistas ON e PNA, oferta de varejo e oferta institucional. As ações também serão ofertadas ao exterior sob a forma de American Depositary Shares (ADS, recibo de ação para negociação em bolsas estrangeiras), representadas por American Depositary Receipts (ADR).

Para ter prioridade na subscrição será avaliada a posição acionária do investidor em duas datas, ao final de 8 de julho e ao final do último dia do período de reserva. O direito de prioridade não poderá ser negociado.

Os acionistas ordinaristas e preferencialistas terão direito de subscrever 0,08564803 ação ON ou PN para cada papel que possuírem. Em ambos os casos não há valor mínimo de reserva. Se todos os acionistas exercerem seu direito de prioridade, a totalidade das ações da oferta global poderá ser destinada exclusivamente à oferta prioritária.

Atendidos os prioritários, o mínimo de 10% e o máximo de 20% das ações será destinada à oferta de varejo. O valor mínimo de investimento é de R$ 3 mil. No caso de a demanda superar a quantidade de papéis destinada à oferta de varejo, o rateio das ações terá procedimento diferenciado, ou seja, os investidores serão divididos entre com prioridade de alocação e sem prioridade de alocação.

O direito à prioridade depende de dois fatores, a requisição de tal classificação e o atestado de bom comportamento, ou seja, será atendido primeiro aquele investidor que não tiver flipado (no jargão de mercado, vendido as ações no dia da estréia) em ofertas anteriores. As ofertas consideradas para averiguar a conduta são: Metalúrgica Gerdau, Gerdau, Le Lis Blanc e SLC Agrícola.

Atendidos os acionistas e o varejo, o restante das ações será destinado à oferta institucional.

A companhia pretende distribuir, inicialmente, 256.926.766 ações ordinárias e 164.402.799 ações preferenciais. Tomando por base o preço de fechamento de quinta-feira das ações na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), de R$ 43,09 para o papel PNA e R$ 51,00 para o ON, a oferta pode movimentar mais de R$ 20,1 bilhões. O montante de ações PNA poderá ser acrescido de lote suplementar de 15%, para atender a eventual excesso de demanda.

Conforme indicado anteriormente pela companhia, os recursos obtidos serão destinados ao financiamento de projetos e eventuais aquisições (66,6%) e aumento da flexibilidade financeira (33,34%). Quanto às aquisições, motivo pelo qual a Vale estaria indo a mercado, segundo analistas, o prospecto não traz detalhes.

Pelo cronograma estimado, o preço de emissão será fixado dia 16 e os novos papéis começam a ser negociados em 18 de julho, sob os códigos VALE3 e VALE5.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG