SÃO PAULO - A Renova Energia, empresa que produz energia elétrica a partir de pequenas centrais hidrelétricas (PCH) e de usinas eólicas, anunciou na madrugada desta quinta-feira a suspensão de pedido de abertura de capital em bolsa por até 60 dias úteis.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237561818034&_c_=MiGComponente_C

Em comunicado ao mercado, a empresa cita "razões estratégicas e de condições de mercado" como justificativa para a interrupção da operação e que "os termos e condições da oferta estão sendo revistos".

Todos os pedidos de reserva feitos por investidores foram cancelados, informa a companhia.

No início deste mês, a empresa divulgou oferta de units que poderia levantar cerca de R$ 870 milhões, estimando faixa de preço dos papéis entre R$ 19 e R$ 25.

Os coordenadores da oferta são os bancos Santander e Bank of America Merrill Lynch.

Leia mais sobre: Renova Energia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.