SÃO PAULO - Passados seis meses do anúncio de compra da varejista Leader, a Lojas Renner divulgou o valor operação. Serão pagos R$ 670 milhões pela rede de lojas e por uma participação de 50% na administradora de cartões.

A informação foi dada hoje por meio de Fato Relevante postado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O valor ainda está sujeito a ajustes e parte do montante a ser pago, R$ 230 milhões, será parcelado em cinco anos.

A operação já foi aprovada pelo conselho de administração e agora terá que passar pelo crivo dos acionistas em assembléia agendada para o dia 15 de outubro.

A operação representa mais um passo importante na consolidação dos negócios da companhia no setor de varejo no Brasil, estando alinhada à sua estratégia de crescimento e de criação de valor para os seus acionistas, disse a Renner em comunicado.

O negócio, anunciado ao mercado em 10 de março, foi fechado por meio da LR Investimentos, empresa indiretamente controlada pela Renner, que assumirá 100% das ações de emissão de Leader Participações, que por sua vez detém 100% das ações da União de Lojas Leader e 50% das ações da Leader Administradora de Cartões de Crédito (Leader Crédito).

O comunicado informa, ainda, que a Leader Participações celebrou acordo de acionistas com o Banco Bradesco, que detém os outros 50% do capital social de Leader Crédito. A companhia e o banco também celebraram contrato de opção de compra e venda, por meio do qual a companhia concedeu ao Bradesco a opção firme para a venda de suas ações na Leader Crédito e o Bradesco, por sua vez, cedeu à companhia uma opção firme para a compra das referidas ações.

A Leader opera 39 lojas dedicadas ao comércio varejista voltado para moda feminina, masculina e infantil, utilidades para o lar, cama, mesa e banho, brinquedos, lingerie, calçados e acessórios, nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Pernambuco, Sergipe e Alagoas.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.