Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Renner paga R$ 670 milhões pelas lojas populares Leader

O Conselho de Administração das Lojas Renner aprovou ontem a aquisição da rede de lojas fluminense Leader Magazine por R$ 670 milhões. O negócio engloba a Leader Participações, que detém 100% do capital da União de Lojas Leader e, indiretamente, 50% do capital da Leader Administradora de Cartões de Crédito (a outra metade pertence ao Bradesco).

Agência Estado |

A aquisição ainda está sujeita à aprovação dos acionistas, que farão uma assembléia geral extraordinária no dia 15 de outubro em Brasília. Ontem, as ações da Renner fecharam em baixa de 2,38%, a R$ 27,81. O índice geral da Bolsa caiu 3,96%.

Juntas, as duas redes totalizam 141 lojas, além de formarem uma das maiores bases de cartões próprios do Brasil, com cerca de 17 milhões de unidades. Somados, o faturamento das redes (segundo dados de 2007) estaria na casa dos R$ 3,1 bilhões, com um contingente de 14 mil funcionários. No entanto, as marcas continuarão operando separadamente, com suas diretorias e funcionários.

A Leader foi disputada pela Renner e pelo fundo de private equity Advent, que é dono, entre outros negócios, da rede de restaurantes Viena. As negociações começaram em novembro do ano passado.

"Esse é um daqueles momentos marcantes na história de uma empresa", disse José Galló, diretor-presidente da Renner. "As redes atendem públicos distintos, então não haverá competição por clientes."

Essa era justamente a estratégia da Renner ao iniciar as negociações com a Leader. Enquanto a primeira atende principalmente as classes B e C, a Leader tem foco nas classes C e D - com a aquisição, a Renner passa a atender com maior intensidade às classes cujo consumo mais cresce no País. "Queríamos atender este público que cresce muito, porém não era viável mudar o estilo da Renner. Com a aquisição, temos a oportunidade", diz Gallo.

Além disso, enquanto a Renner atende principalmente o público feminino adulto com peças de vestuário, a Leader atende pessoas de todas as idades. Além de oferecer vestuário, é muito forte em cama, mesa e banho e comercializa também artigos de utilidade doméstica e brinquedos.

"Em termos estratégicos, foi um movimento muito inteligente", diz Eduardo Seixas, diretor da Alvarez & Marsal, consultoria que acompanhou o processo de reestruturação e venda da Leader. "A Leader já havia mostrado seu potencial de crescimento no último ano, e creio que com o grupo Renner eles possam acelerar esse ritmo."

A empresa - criada nos anos 50 pela família Gouvêa na cidade de Miracema (RJ) - iniciou seu processo de profissionalização em 2006. Contratou a Alvarez & Marsal, que levou a família da direção para o Conselho e reformulou a gestão, o RH e a logística da empresa.

"A Leader abria uma nova loja por ano, e em 2007 foram 9 lojas", diz Seixas. Para isso, levantou um financiamento de R$ 29 milhões no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O crescimento era necessário, pois neste mercado, a rede disputa com gigantes: Marisa, Riachuelo e Pernambucanas. No ano passado, a Marisa teve um crescimento de cerca de 37%. A Renner, no período, cresceu 22%.

Segundo Galló, a intenção agora é acelerar o ritmo. Até o fim do ano serão abertas mais 6 lojas Leader, e a partir do próximo ano a intenção é abrir pelo menos 11 a cada ano. "A rede é forte no Rio de Janeiro e está presente em cinco outros Estados: Minas Gerais, Espírito Santo, Sergipe, Alagoas e Pernambuco. Vamos primeiramente fortalecer a presença nesses Estados para depois partir para uma ampliação nacional."

Ele diz que ainda não tem números fechados de investimentos para a rede, mas que o orçamento já está sendo feito. "Em um mês ou dois já teremos os números fechados para a Leader, mas certamente será fácil fazê-la crescer, pois é uma rede que gera bastante caixa."

A Renner também continuará com seu projeto de expansão, com planos de abrir entre 12 e 15 lojas novas a cada ano. Nos últimos dois anos, foram abertas 29 lojas da rede.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG