A queda na safra de grãos e o recuo dos preços das commodities agrícolas devem reduzir em 8,4% a estimativa para a renda agrícola em 2009. De acordo com estimativa divulgada hoje pelo Ministério da Agricultura, a renda deverá ser de R$ 149,6 bilhões este ano, R$ 13,7 bilhões menor que em 2008, quando somou R$ 163,4 bilhões.

"O efeito destes fatores está fazendo com que a renda do produtor rural sofra forte declínio neste ano", afirmou o coordenador-geral de Planejamento Estratégico do ministério, José Garcia Gasques. Os maiores prejuízos foram para o milho, a soja e o café.

O clima adverso ao desenvolvimento das lavouras, especialmente na Região Sul e em outros Estados, provocou uma quebra de 6,5% na safra 2008/09 de grãos deste ano. A mais recente estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para a safra de grãos, divulgada na semana passada, indicou queda de 6,5% na produção das lavouras. A quebra pode ser ainda maior e, segundo o ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, chegar a 8%. No ano passado, a produção de grãos na safra de verão foi de 137 milhões de toneladas. A Conab prevê colheita de 134,7 milhões de toneladas na safra atual.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.