Tamanho do texto

SÃO PAULO - A francesa Renault reduziu ontem suas metas para 2008 e verificou receitas 2,2% menores no terceiro trimestre em conseqüência de a crise financeira ter causado uma diminuição na demanda por carros na Europa. Com isso, as receitas somaram 9,149 bilhões de euros frente aos 9,36 bilhões de euros obtidos um ano atrás.

Por causa de uma "forte queda nos mercados europeus no segundo semestre deste ano", a montadora resolveu rever suas expectativas e projeta agora margem operacional de entre 2,5% e 3% ante a meta anterior de 4,5%.

O número de veículos comercializados deve "exceder ligeiramente" o do do ano passado, de 2,49 milhões de unidades. Com isso, desistiu da meta de crescimento de 5%.

(Valor Online, com agências internacionais)