Por Helen Massy-Beresford and Chang-Ran Kim

PARIS/TÓQUIO (Reuters) - A montadora francesa Renault, sua parceira japonesa Nissan e a alemã Daimler devem anunciar uma parceria e plano de permuta de ações na quarta-feira, disseram fontes à Reuters.

Por Helen Massy-Beresford and Chang-Ran Kim

PARIS/TÓQUIO (Reuters) - A montadora francesa Renault, sua parceira japonesa Nissan e a alemã Daimler devem anunciar uma parceria e plano de permuta de ações na quarta-feira, disseram fontes à Reuters.

A Renault e a Daimler têm discutido uma parceria com o intuito de se tornarem mais competitivas, compartilhando custos e ganhando escala. O setor automotivo, que se recupera de uma drástica queda, também tem que lidar com rígidas leis de emissão.

O conselho da Renault deve se reunir extraordinariamente para discutir os planos na tarde de terça-feira, disse uma fonte da Renault à Reuters na semana passada.

A Nissan também deve estar envolvida no acordo, e as três empresas provavelmente fortalecerão a parceria com uma pequena permuta de ações.

A Renault já detém 44,3 por cento da Nissan, enquanto que a empresa japonesa possui fatia de 15 por cento na parceira francesa.

Qualquer troca de ações como parte da parceria Renault-Nissan-Daimler deve vir em uma escala bem menor, e representar uma participação simbólica em vez de alguma medida rumo à integração que a Nissan e a Renault chegaram depois de 11 anos de aliança.

A Daimler -- fabricante dos carros Mercedes-Benz e Smart -- quer um pouco da experiência da Renault em carros pequenos, enquanto a Renault e a Nissan podem se beneficiar do know-how de motores da Daimler.

O anúncio -- que pode ser feito em conferência de imprensa com o presidente-executivo da Nissan e Renault Carlos Ghosn -- virá no dia depois da reunião extraordinária do conselho da Renault agendado para a tarde de terça-feira, afirmou a fonte da Renault.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.