Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Renault confirma sedã Symbol

A Renault confirmou que fabricará em Córdoba, na Argentina, o Symbol. Revelado durante o Salão de Moscou (Rússia), em agosto, o sedã é destinado a países emergentes, como o Brasil.

Agência Estado |

De acordo com o comunicado, o lançamento no mercado argentino ocorrerá em 1º de fevereiro. A estréia por aqui deverá ocorrer em seguida.

A escolha da planta argentina para fazer o modelo destinado ao Mercosul deve-se à proximidade com os mercados-chave. Entre eles estão também México, Chile e Paraguai. A exportação responderá por 70% do volume total produzido.

Em entrevista no início do ano, o presidente da Renault do Brasil, Jérome Stoll, afirmou que o novo produto (sem especificar o nome) "conviveria com o Clio Sedan por algum tempo", mas assumiria seu lugar em seguida. O Symbol ficaria, assim, ao lado do Logan e do Mégane.

Também fabricado na Turquia, de onde é exportado para a Rússia, o sedã é feito sobre a plataforma do Clio. Tem 2.473 mm de distância entre eixos, apenas 1 milímetro a mais que o modelo do qual deriva (2.472 mm). De comprimento o sedã tem 4,26 metros, com 1,43 metro de altura. São números também próximos aos do Clio, com 4,19 m e 1,41 m, respectivamente.

Destaque para o porta-malas, que tem 506 litros de capacidade (ante os 510 l do Clio). Os motores na Argentina serão o 1.5 a diesel e o 1.6 16V a gasolina de 106 cv - o mesmo vendido no Brasil, porém aqui ele é flexível e rende até 115 cv com álcool.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG