O construtor francês de automóveis Renault anunciou nesta quinta-feira a supressão na Europa de 5.000 empregos por demissão voluntária, dentro de um plano de corte de gastos.

Ao apresentar os resultados do primeiro semestre, nos quais o construtor reduziu seus objetivos de venda para 2008 e 2009, a Renault anunciou uma série de medidas, entre elas uma redução dos custos de estrutura de 10% graças a um plano de demissões voluntárias, principalmente na Europa, onde emprega 47.000 pessoas.

As medidas devem ainda ser analisadas pelos representantes dos trabalhadores.

Os resultados do primeiro trimestre refletem um aumento do faturamento de 2,3% (20,942 bilhões de euros, 32,864 bilhões de dólares). No entanto, a Renault reduziu seu objetivo de vendas para 2008 e 2009.

Leia mais sobre Renault

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.