SÃO PAULO - A montadora francesa Renault apresentou lucro de 599 milhões de euros em 2008, com redução de 78% em comparação aos 2,734 bilhões de euros apurados nos 12 meses antecedentes. Na base operacional, houve prejuízo de 117 milhões de euros, uma inversão da direção tomada em 2007, de US$ 1,238 bilhão de lucro.

A receita consolidada somou 37,791 bilhões de euros.

Em razão da crise financeira e econômica, o executivo-chefe da Renault, Carlos Ghosn, lembrou que, em julho de 2008, a montadora implementou um plano de ação incluindo a redução dos estoques e corte de custos para ajustar ao cenário vigente.

Para 2009, a Renault espera piora nas condições de mercado.

Vale recordar que o presidente francês Nicolas Sarkozy aceitou emprestar 3 bilhões de euros à empresa em troca da promessa de não fechar fábricas francesas ou demitir trabalhadores franceses.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.