Tamanho do texto

A desaceleração econômica da China, uma crise fiscal nos países desenvolvidos e a contínua queda dos ativos imobiliários são alguns dos riscos que a economia global enfrenta em 2009, segundo relatório do Fórum Econômico Mundial, apresentado ontem em Londres. O estudo, intitulado Riscos Globais 2009, servirá de base para a reunião anual do Fórum, no dia 28, em Davos.

O encontro se concentrará em "definir a agenda de depois da crise". Segundo o texto, a queda do crescimento na China para menos de 6% será mais um complicador para uma economia mundial que já enfrenta graves problemas. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.