O presidente George W. Bush declarou nesta terça-feira que a rejeição da Câmara de Representantes dos Estados Unidos ao plano de resgate financeiro não é o fim dos esforços para a aprovação do projeto.

"A realidade é que estamos em uma situação de urgência, e as conseqüências serão cada dia piores se não agirmos", advertiu o presidente em um discurso na Casa Branca.

ok/rpl/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.